Esqueci minha senha

Carta-Convite 2014

Prezados Associados e Amigos da SBBN,

Desde a criação da SBBN em 1996, o uso de radiações ionizantes e não ionizantes em Biociências avançou consideravelmente no país. Nas diversas aplicações, as equipes tornaram-se cada vez mais multidisciplinares. A produção de radioisótopos, antes monopólio da União, conta com a participação da iniciativa privada. As sociedades de classe aperfeiçoaram o gerenciamento das demandas profissionais. Se quiser liderar, uma sociedade científica precisa ser focada e, ao mesmo tempo, abrigar todas as tendências.

Em 2013, acontecimentos importantes dominaram a área de Radiofármacos no país: a divulgação pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) do projeto do Reator Multipropósito Brasileiro (RMB), a vigência da Resolução da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) para o Registro de Radiofármacos e a invasão do Instituto Royal em São Paulo, a qual foi acompanhada por manifestações públicas contrárias à experimentação animal. Em 03 de janeiro de 2014, o Ministério da Saúde publicou a Portaria “Protocolo Clínico e Diretrizes Terapêuticas para Carcinoma Diferenciado da Tireóide”.

Os ensaios pré-clínicos e ensaios clínicos com radiofármacos são obrigatórios para a consolidação de novas tecnologias necessárias para ampliar e modernizar a atenção à saúde da população. Na área de Radiações Não Ionizantes, o uso do Laser de baixa potência em Medicina regenerativa e em Odontologia está difundido. Tanto para“Radiações Ionizantes” como “Não Ionizantes”, efeitos biológicos das radiações e Biodosimetria em diferentes cenários são disciplinas importantes para profissionais médicos, biomédicos, biólogos, enfermeiros, fisioterapeutas, físicos médicos, tecnologistas e afins.

Como entidade associada, a SBBN participou com atividades em praticamente todas as reuniões anuais da FESBE. Em 2014, durante a XXIX Reunião Anual da FESBE, há um novo formato para essa participação: um Congresso oferecendo uma oficina pré-congresso, 3 conferências plenas, 2 simpósios, 4 mesas redondas, 3 cursos e 6 comunicações orais.

A SBBN conta um quadro de associados com formação multidisciplinar de alto nível, o ambiente da FESBE será o cenário ideal para aprofundar os temas propostos e encontrar soluções inovadoras para o fortalecimento das Biociências Nucleares.

Esperamos por vocês em Caxambú!

Silvia Maria Velasques de Oliveira
Presidente da SBBN