Esqueci minha senha

Brasil participará de projeto para produção de radioisótopo

Do IPEN

A Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA ) aprovou, em 16 de dezembro, a participação do Brasil no Projeto de Pesquisa Coordenado (CRP) para desenvolvimento de técnicas para produção de molibdênio-99 utilizando urânio-235 de baixo enriquecimento por fissão neutrônica.

O projeto é coordenado pelo Ipen, por meio da Diretoria de Radiofarmácia (Dirf) com previsão de conclusão no final de 2010 e faz parte da estrutura do projeto para construção do Reator Multipropósito Brasileiro (RMB).

Vários grupos de pesquisadores do instituto participam diretamente do projeto incluindo, as Diretorias de Radiofarmácia, de Projetos Especiais (DPE) e os Centros do Combustível Nuclear (CCN), de Química e Meio Ambiente (CQMA), de Ciência e Tecnologia dos Materiais (CCTM) e de Células a Combustível (CCCH).

O molibdênio-99 é a matéria-prima para a produção de geradores de tecnécio-99m, radiofármaco utilizado em cerca de 80% dos exames para diagnóstico médico. Desde de maio de 2009 há uma grave crise internacional no fornecimento do radioisótopo produzido somente em reatores nucleares, prejudicando os pacientes.

Para mais informações: www.ipen.br/sitio/