Esqueci minha senha

International Joint Conference RADIO2019 – São Paulo, 16-20/9/2019

Mapa não está disponível

Data / Hora
16/09/2019 - 20/09/2019
All Day

Localização
IPEN

Categorias


Principais Tópicos:

1. Segurança Radiológica e Proteção Radiológica Ocupacional e Ambiental em:
– Instalações Industriais
– Instalações Médicas
– Radiodiagnóstico
– Radioterapia
– Medicina Nuclear
– Radiologia Intervencionista
– Instalações Mínero-Industriais e de Extração de Petróleo e Gás
– Aplicações de Técnicas Nucleares na Pesquisa
2. Segurança Nuclear e Proteção Radiológica Ocupacional e Ambiental em:
– Usinas Nucleoelétricas
– Reatores Nucleares de Pesquisa
– Instalações do Ciclo do Combustível Nuclear
3. Efeitos Biológicos das Radiações Ionizantes
4. Proteção Radiológica do Paciente
5. Metrologia das Radiações Ionizantes
6. Dosimetria e Instrumentação Nuclear
7. Transporte de Material Radioativo
8. Gerência de Rejeitos Radioativos
9. Proteção Física e Salvaguardas
10. Emergências Radiológicas e Nucleares
– Lições Aprendidas em Acidentes radiológicos e nucleares
– Preparação e Resposta a Ameaças Maliciosas em Centros Urbanos de Grandes Populações
– Preparação e Resposta a Emergências em Reatores Nucleares de Pesquisa e de Potência
11. Proteção contra Radiações Não Ionizantes
12. Gestão de Risco
13. Radioatividade Natural

DATAS IMPORTANTES:
17 de junho de 2019: Submissão dos Resumos Expandidos de acordo com o Template
28 de junho de 2019: Comunicação de aceite do Resumo Expandido
31 de julho de 2019: Submissão do Artigo Completo.
16 de agosto de 2019: Emissão do parecer e comunicação sobre formato de apresentação
30 de agosto de 2019: Submissão da versão final do artig

INSCRIÇÕES ON LINE: http://www.sbpr.org.br/radio2019/

PROGRAMA PRELIMINAR: http://www.sbpr.org.br/radio2019/wp-content/uploads/2019/06/Agenda-schedule-Radio-2019.pdf

No dia 20/9, de 10:30 h às 12:15 hs, a SBBN oferecerá a mesa redonda Planejamento e segurança para produção de radiofármacos em ciclotrons: como avaliar o impacto regulatório no cenário brasileiro
moderada por Silvia Maria Velasques de Oliveira e com os palestrantes:

10:30 h – 11:00 h Experiencia na manutenção de cíclotron e produção de novos radionuclídeos para PET utilizando PETtrace do CINRAD (InRad-FMUSP). Palestrante Rubens Abe, físico responsável pelo Ciclotron CINRAD, Instituto de Radiologia do Hospital das Clinicas da FM-USP, São Paulo, SP.
11:00h – 11:30 h Boas práticas de fabricação e pesquisas de novos radiofármacos: os desafios das instituições públicas. Soraya Maria Zandim Maciel Dias Ferreira, farmacêutica responsável técnica da Unidade de Pesquisa e Produção de Radiofármacos/Centro de Desenvolvimento de Tecnologia Nuclear-CDTN/CNEN, Belo Horizonte, MG.
11:30 h -12:00 h Iniciativas para a integração do marco regulatório, responsabilidades da ANVISA, IBAMA e CNEN. Alessandro Facure, CGMI/DRS/CNEN.
12:00h – 12:15 h Discussão com os participantes

RESUMO:
No Brasil, há 15 aceleradores para produção de radioisótopos (cíclotrons), os quais são usados para preparação de radiofármacos emissores de pósitrons (F-18 ou C-11). Destes, 6 operam em 4 institutos da CNEN, 2 em hospitais universitários e 7 aparelhos em 6 empresas privadas. Por regiões, temos 3 no Sul (Porto Alegre e Curitiba), 1 no DF, 8 no Sudeste (São Paulo, Campinas, São José do Rio Preto, Rio de Janeiro) e 3 no Nordeste (Eusébio/CE, Salvador e Recife). Cerca de 140 equipamentos PET estão concentrados em cínicas privadas no Sul e Sudeste. O marco regulatório abrange CNEN (radioproteção), IBAMA (rejeitos radioativos) e ANVISA (Boas Práticas de Fabricação). Serão discutidos os desafios dos operadores nos cenários: institutos do governo, instituições de ensino e pesquisa e empresas privadas, visando a avaliação do impacto do marco regulatório atual. A necessidade de propostas para o aperfeiçoamento do sistema poderão torná-lo mais realista e menos oneroso para o cliente final, que é o paciente submetido ao diagnóstico.